últimas notícias

Notícias Comentários (1)

05/10/2012 10:40:32

Publicação apresenta os fundamentos científicos das mudanças climáticas

INPE

Como parte das atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2012, a Rede CLIMA e o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Mudanças Climáticas (INCT-MC), sediados no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), acabam de lançar a publicação “Fundamentos Científicos das Mudanças Climáticas”.

O texto foi elaborado a partir da transcrição da palestra homônima proferida pelo pesquisador Carlos Nobre, secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação em 2010, em Brasília, e tem como co-autoras a oceanógrafa Julia Reid e a jornalista Ana Paula Soares Veiga, da Rede CLIMA.

Dirigida a estudantes universitários, educadores, responsáveis por políticas públicas, profissionais de comunicação e outros públicos que tenham interesse em se aproximar dessa temática, a publicação tem como objetivo apresentar, em linguagem acessível, a fundamentação científica das mudanças climáticas, embasada no conhecimento mais atualizado existente sobre o assunto. O material será distribuído em bibliotecas públicas e de instituições de ensino superior, secretarias de meio ambiente e meios de comunicação.

“O tema mudanças climáticas tornou-se recorrente em nosso cotidiano, em reportagens dos meios de comunicação, nas escolas, nas esferas governamentais. Pela sua abrangência, complexidade e multidisciplinaridade, as pesquisas visando o entendimento de suas causas, de seus impactos e formas de mitigação representam um dos maiores desafios da ciência, em nível global”, afirmam os autores, no texto de abertura.

Editado no formato de livreto (15 cm x 21 cm), em papel reciclado, “Fundamentos Científicos das Mudanças Climáticas” aborda, em 44 páginas, tópicos que têm suscitado discussões e questionamentos por parte da sociedade e da mídia: Qual a principal razão da elevação da temperatura média da Terra nos últimos150 anos – natural ou antropogênica (causada pelo homem)?; Quais são os feedbacks positivos e negativos do CO2?; As projeções de mudanças climáticas do IPCC foram superestimadas?; Quais são as consequências das mudanças climáticas e do aquecimento global para a economia e a saúde humana?; Como devem ser analisados os erros cometidos pelo IPCC em relação às geleiras do Himalaia?; Qual é o papel das nações em desenvolvimento e desenvolvidas em relação às mudanças climáticas?; Para onde caminhamos?

A ideia é que o material seja um ponto de partida para quem deseja se aprofundar na área, e que possa ser útil na divulgação científica das mudanças climáticas, contribuindo para a conscientização da importância das ações em direção a uma economia comprometida com a redução das emissões de gases de efeito estufa, ao desenvolvimento sustentável e à erradicação da pobreza.

A distribuição é gratuita – versão eletrônica disponível para download aqui; versão impressa em pequenas quantidades (até 100 exemplares) podem ser solicitadas pelo email eventos.redeclima@inpe.br.

(INPE)

COMENTÁRIOS

Wagner 6/10/2012 às 3:14

A mesma historia de 2010.
Da uma olhada na Antártica, la os gráficos da área de gelo só aumenta.
http://wattsupwiththat.com/reference-pages/sea-ice-page/

Por uma ciência livre e isenta.

Faça o seu comentário

Campos com * são obrigatórios